Beco dos Games
 
PortalInícioBuscarFAQRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Tópicos similares
Votação
O que você achou do fundo novo?
Melhor que o outro
40%
 40% [ 12 ]
Legal
43%
 43% [ 13 ]
Bom
13%
 13% [ 4 ]
Ruim
3%
 3% [ 1 ]
Pior que o outro
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 30
Parceiros
MRM

Compartilhe | 
 

 [Análise] Red Dead Redemption

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Jakerpot
Lvl 17
avatar

Idade : 36
Mensagens : 545
Reputação : 95
Data de inscrição : 05/09/2009
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: [Análise] Red Dead Redemption   Qui Maio 20, 2010 1:20 pm

Red Dead Revolver com certeza foi o melhor jogo de faroeste que eu já tinha jogado. No meu PS2, dedicava algumas horas a esta obra-prima e sempre queria mais um pouco. Posso até estar exagerando, mas eu realmente gostava do jogo.

Agora, devo dizer que pelo que li, Red Dead Redemption não tem muita coisa a ver com RDR. Vamos conferir análise preparada pela equipe PDG:



"Red Dead Redemption desde o início de sua criação já causou euforia por dois motivos: o primeiro que o jogo estava a cargo da Rockstar Games, a mesma criadora da série GTA e do aclamado GTA IV para a atual geração de consoles, e segundo porque o jogo iria utilizar o mesmo motor gráfico de GTA IV, dessa forma, a expectativa para Red Dead Redemption se tornou muito grande. Agora o jogo chega às prateleiras para mostrar definitivamente todo seu potencial.

Confira os Fatos!

Em Red Dead Redemption assumimos o papel do então desconhecido John Marston, um forasteiro que chega a pequena cidadezinha sem muitas pretensões, mas interessado em realizar bons negócios. Não demora muito e ele começa a fazer amigos, um deles dono de um rancho, que oferece um lugar para se alojar (que também se torna o local perfeito para salvar seus progressos) e um cavalo para poder se locomover pela cidade.

Até ai tudo bem, você está livre para fazer o que quiser, mas logo começamos a obter missões que devem ser realizadas e a história começa a tomar um rumo surpreendente. As missões não precisam ser cumpridas de forma ordenada e você pode até ignorá-las por um período até que seja mesmo obrigado a realizá-la para prosseguir.

Se tratando de um mundo aberto como acontece em GTA IV, aqui em Red Dead Redemption você irá se locomover a pé ou a cavalo por onde desejar até decidir encarar uma missão principal ou também realizar missões paralelas, que digamos de passagem estão presentes em bom número. Essas missões paralelas não estão ligadas diretamente ao enredo, mas são de grande valor no jogo, já que as mesmas quando cumpridas garantem ao jogador dinheiro, armas, ou reputação.

Essas missões geralmente estão relacionadas em jogos de cartas, dados, e também a possibilidade de caçar algum procurado em busca da recompensa. As missões paralelas são inúmeras e podem ser ignoradas, mas quanto mais atenção der a elas, mais fama você terá na cidade independente se suas ações estão sendo boas ou más.

E falando em fama, ela sempre virá com suas consequências. Você será reconhecido na cidade seja como um bom samaritano ou um carrasco e isso pode ser positivo ou negativo. Se gastar seu tempo causando o caos na cidade as pessoas vão ter medo de você. Já se for reconhecido como um herói, elas irão te cumprimentar.

Claro que se você for um herói a população não irá nem notar quando precisar tomar um cavalo de alguém para caçar um bandido procurado pela justiça. Já se for um carrasco, tome muito cuidado porque é você que vai estar na mira de pistoleiros da cidade.

Algumas missões do jogo envolvem duelos e aqui o que determina um vencedor é a velocidade no gatilho, ou melhor, no botão. Um momento de bobeira e você já era. Com o tempo você vai adquirindo prática e passa a mandar no pedaço e a por medo em seus desafiantes, mas enquanto a prática não vem voltar a seu último ponto salvo é a única solução.

Red Dead Redemption nos permite utilizar um bom arsenal de armas que vai desde pistolas a rifles, mas o mais divertido mesmo é quando você aprende a utilizar o laço. O laço realmente se torna um desafio e é muito gratificante lidar com ele, principalmente quando conseguimos laçar um oponente pelas pernas o levando diretamente para o chão. O laço também pode ser utilizado para pegar cavalos selvagens. Após realizar o feito você deve esperar o momento certo para montar sobre ele e iniciar um mini-game que garante seu equilíbrio sobre o animal.

Já que voltamos a falar sobre cavalos, o sistema de controle permite termos um bom comando sobre ele e nos deixa facilmente determinarmos se vamos correr com animal, trotar ou simplesmente galopar pelas estradas. Além disso, é possível igualar sua velocidade com qualquer personagem que esteja lhe acompanhando. Outro fator importante é o fato de estarmos sobre um cavalo e ainda assim termos controle das armas e comandos de tiros de forma bem prática.

Graficamente Red Dead Redemption oferece uma paisagem notável do Velho Oeste com detalhes impressionantes como corvos e gaviões, por exemplo. Além de outros inúmeros animais como guaxinins, gambás e coiotes. Todos esses animais podem ser caçados e podem dar uma ótima refeição. A caça inclui animações fantásticas e bem detalhadas em cada cena.

John Marston também apresenta detalhes fantásticos e no decorrer do jogo podemos desbloquear uma infinidade de itens que podem ser utilizados por ele, como uma diversidade de roupas, por exemplo. Alguns itens são fáceis de desbloquear, outros requerem que vários desafios sejam completados, mas nada que mude ou altere o desenrolar da história.

O sistema de som é ótimo com trilhas sonoras típicas do Velho Oeste e uma boa qualidade de efeitos sonoros seja nos tiros das armas ou galopes de cavalos, mas alguns diálogos deixam a desejar com erros grotescos, mas são tão raros que não afetam o contexto geral do jogo.

Como já dissemos antes o jogo em sua campanha solo tem missões principais e paralelas e dependendo do tempo gasto nas missões paralelas, Red Dead Redemption pode chegar à marca de 40 horas de jogo. Além disso, oferece um modo online que suporta opções de jogos competitivos ou cooperativos com até 15 jogadores simultâneos.

Podemos dizer que em Red Dead Redemption o jogador irá encontrar um mundo aberto carregado de coisas para fazer e isso pode ser um incentivo grande para aqueles que terminarem a campanha solo voltarem para completar desafios deixados para trás. Sem falar na história que é sensacional e surpreendente envolvendo personagens memoráveis em uma trama muito divertida, ou seja, a muita coisa para se fazer aqui e com certeza passar por essa experiência no Velho Oeste é muito gratificante. Red Dead Redemption não pode ficar de fora de sua coleção.


Fonte: Portal dos Games
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

[Análise] Red Dead Redemption

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Beco dos Games :: Jogos :: Ação :: Análises & Previews-